Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Jogadores do São Paulo apontam desatenção e queda de ritmo como razões para revés

Tricolor 'dorme' na segunda etapa e vê Palmeiras virar clássico disputado no Allianz Parque

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

02 Junho 2018 | 23h38

O São Paulo sofreu a virada neste sábado à noite e perdeu por 3 a 1 diante do Palmeiras, no Allianz Parque, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. E, para o elenco tricolor, o motivo principal para o revés foi a desatenção na volta para o segundo tempo. A equipe era a única invicta no Brasileirão e vinha de 11 jogos sem derrota, incluindo partidas da Copa do Brasil e Sul-Americana.

+ TEMPO REAL - Palmeiras 3 x 1 São Paulo

+ TABELA - Classificação do Campeonato Brasileiro

De acordo com o atacante Marcos Guilherme, a marcação no segundo tempo do jogo, quando os três gols palmeirenses foram marcados, foi "frouxa". "Voltamos desatentos, a marcação ficou frouxa. O Palmeiras tem qualidade, então eles aproveitaram", analisou o jogador.

Para o meia Nenê, o São Paulo tinha controle do jogo até sofrer o primeiro gol. "A gente entrou desconcentrado e levamos o primeiro gol. O jogo estava controlado na nossa mão e deixamos escapar. É bom para a gente aprender."

O zagueiro Bruno Alves avalia que o São Paulo não conseguiu manter a intensidade do primeiro tempo na etapa final. "A gente tomou gols de contra-ataque. Infelizmente, não conseguimos manter a intensidade e agora não dá para lamentar, não temos tempo. Terça já enfrentamos o Internacional", disse o atleta, já projetando o confronto válido pela décima rodada do Brasileirão, no Morumbi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.