Jogadores do São Paulo guardam de recordação camisa usada na quarta

Estreia do uniforme e público recorde foram marcantes para o time

O Estado de S. Paulo

08 de maio de 2015 | 17h45

Alguns jogadores do São Paulo se recusaram a repetir uma tradição após os jogos na última quarta-feira, ao fim da vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, pela Copa Libertadores. Atletas como Rafael Toloi, Souza e Bruno preferiram não trocar a camisa com os adversários para poder levar de lembrança a estreia do novo uniforme diante do maior público do futebol brasileiro no ano (66.369 pagantes).

"Camisa histórica. É o início da Under Armour aqui no São Paulo, espera que possa trazer muita sorte para a gente", disse o volante Souza em vídeo divulgado pelo canal oficial do clube no You Tube. "Camisa muito bonita. Vou pegar autógrafo dos meus colegas de trabalho para deixar em casa", afirmou o lateral-direito Bruno, autor da assistência para o gol da vitória, marcado por Centurión.

A nova camisa do clube havia sido lançada dois dias antes, em evento no estádio do Morumbi. A data da apresentação do uniforme foi antecipado para o time poder estrear o fardamento justamente contra o Cruzeiro, pela Copa Libertadores. A Under Armour será a fornecedora de material esportivo do clube pelos próximos cinco anos, em contrato que vai render ao time do Morumbi cerca de R$ 32 milhões anuais.


Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCCopa Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.