Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Jogadores do São Paulo dizem que vitória seria mais justa

Hudson e Maicon falam das qualidades do time contra o Corinthians

Daniel Batista, Estadão Conteúdo

17 de julho de 2016 | 18h52

Embora tenha conquistado pela primeira vez um ponto no Itaquerão, os jogadores do São Paulo não ficaram satisfeitos com o empate por 1 a 1 com o Corinthians neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro. Pelo que foi o jogo, os atletas disseram que o mais justo seria a vitória da equipe tricolor.

"Empate fora de casa, contra um favorito ao título, não é um resultado ruim. Mas pela circunstância da partida, a gente poderia ter vencido, pois tivemos chances, mas não conseguimos o resultado", lamentou o volante Hudson, um dos são-paulinos que desperdiçou, na segunda etapa, uma boa oportunidade de marcar.

O zagueiro Maicon também lamentou o empate, mas destacou a dedicação da equipe e o fato de os atletas terem demonstrado que a eliminação nas semifinais da Copa Libertadores ficou para trás e não deverá atrapalhar a equipe no Campeonato Brasileiro.

"A partir do momento que veste a camisa do São Paulo, tem que honrar em todos os jogos, não só porque fomos eliminados da Libertadores. Conseguimos um ponto fora de casa, o que é muito difícil. O São Paulo teve chance de marcar um gol no finalzinho e, ao meu ver, fomos bem superiores. Vamos tentando nos superar jogo a jogo", analisou o defensor são-paulino.

A boa atuação da equipe, apesar do empate, fez com que o goleiro Denis projetasse um início de boa fase para a equipe. "Temos de melhorar muito e todos jogadores sabem disso. Precisamos conquistar mais pontos e, se jogarmos com fizemos hoje (neste domingo), e até um pouco mais, com alguns reforços, que provavelmente vão chegar, temos chances de encostar na parte da cima da tabela", analisou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.