Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Divulgação/AUF
Divulgação/AUF

Jogadores do Uruguai são vacinados contra covid-19 para disputarem a Copa América

O técnico Óscar Tabárez não será vacinado porque já recebeu as duas doses há algum tempo, assim como alguns atletas

Redação, Estadão Conteúdo

04 de junho de 2021 | 18h56

Os jogadores da seleção do Uruguai receberam nesta sexta-feira a primeira dose da vacina Coronavac contra a covid-19, fornecida pela Conmebol e uma das exigências das autoridades do Brasil para a disputa da Copa América. Após o treino em Montevidéu, os atletas e demais integrantes da delegação foram imunizados no Complexo Celeste, onde está a "bolha da seleção uruguaia", de acordo com a Associação Uruguaia de Futebol (AUF, na sigla em espanhol).

O técnico Óscar Tabárez não será vacinado porque já recebeu as duas doses há algum tempo, assim como os jogadores Sergio Rochet, Giovanni González, Camilo Cándido, Facundo Torres e Brian Ocampo, que também já foram imunizados com doses fornecidas pela Conmebol.

Por sua vez, o atacante Edinson Cavani, que está no país, foi imunizado no último dia 31, como divulgou em suas redes sociais, onde publicou um vídeo convidando toda a população a se inscrever para receber a vacina contra a covid-19.

A seleção uruguaia está concentrada no Complexo Celeste desde a última segunda-feira e permanecerá no local até viajar à Venezuela para a partida da próxima terça, válida pela oitava rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, que será realizada no Catar.

Na quinta-feira, o Uruguai enfrentou o Paraguai, no estádio Centenário, em Montevidéu, em partida que terminou 0 a 0, e se manteve na quinta posição com sete pontos.

No próximo dia 8, o Uruguai desembarca no Brasil para a disputa da Copa América. Cinco dias depois, a equipe estreia na competição contra a Argentina, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Em seguida, pelo Grupo A, enfrentará Chile, Bolívia e Paraguai.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.