Arquivo/AE
Arquivo/AE

Jogadores elogiam Luxemburgo e evitam falar em Muricy

Palmeirenses reconhecem o bom trabalho do ex-comandante e não falam sobre o possível sucessor

Agencia Estado

28 de junho de 2009 | 21h52

Em sua primeira partida desde a saída de Vanderlei Luxemburgo, o Palmeiras ficou no empate por 1 a 1 contra o Santos, no Palestra Itália. Após a partida, os jogadores mostraram gratidão ao antigo treinador, demitido na sexta-feira, e evitaram falar em possíveis sucessores.

Veja também:

linkPalmeiras e Santos empatam em 1 a 1 no Palestra Itália

especial Mercado: as transferências dos times

especial MASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especial Visite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela / tabela Classificação

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Quero agradecer ao Luxemburgo por ter me dado a chance de voltar a jogar, mas espero que a diretoria anuncie um novo treinador que consiga consertar os erros da nossa equipe para que a gente possa voltar a vencer", disse o goleiro Marcos.

"São coisas do futebol, a gente sabe como é. Mas temos de reconhecer o esforço do Vanderlei nesse período", acrescentou o volante Pierre.

Nenhum jogador quis comentar o burburinho no clube pela proximidade do acordo com o ex-são-paulino Muricy Ramalho. "Esse é o trabalho da diretoria. Tenho certeza de que eles vão se esforçar para trazer um bom treinador para ajudar a gente no Brasileirão", afirmou o meia Cleiton Xavier.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.