Jogadores evitam viagem para Israel

A tensão criada pelos ataques terroristas fez com que seis jogadores da equipe inglesa Chelsea se recusassem a viajar para Israel pelos jogos de volta da Copa da Uefa, para a partida que acontece nesta quinta-feira contra o Hapoel. O francês Emmanuel Petit, campeão mundial em 1998, e o espanhol Albert Ferrer estão entre os que se negaram a ir a Tel Aviv. Esse é um dos 22 encontros da segunda rodada que começou terça-feira. Milan, Inter e Fiorentina jogarão em casa com rivais mais fracos como CSKA de Sofia, Wisla da Polônia e o Tirol da Áustria. O Parma viaja para a Holanda para enfrentar a Utrech.

Agencia Estado,

17 de outubro de 2001 | 19h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.