Arquivo/AE
Arquivo/AE

Jogadores exaltam recuperação do Palmeiras

Marcos reconhece que 'a vaca estava indo para o brejo', mas 2 a 2 com o Atlético-PR alivia pressão

Alex Sabino, enviado especial do Jornal da Tarde,

21 de junho de 2009 | 14h16

Todos os jogadores do Palmeiras, sem exceção, saíram de campo na Arena da Baixada exaltando o espírito de recuperação do time. Não apenas pelo 2 a 2 arrancado no último minuto contra o Atlético Paranaense, no sábado, mas porque o resultado foi obtido três dias após a eliminação da Copa Libertadores.

Veja também:

linkApós empate, Keirrison comemora gol na casa do ex-rival

linkLuxemburgo destaca força de reação do Palmeiras

linkPalmeiras consegue empate heroico contra o Atlético-PR

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela / tabela Classificação

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Para Marcos, a "vaca estava indo para o brejo". Uma derrota em Curitiba tornaria a crítica ao time e a pressão sobre Vanderlei Luxemburgo mais fortes.

"O poder de superação foi fantástico. Principalmente porque o jogo parecia perdido. O time tem raça. Os jogadores sabem o que querem", disse o santo goleiro, ressaltando porém que o Verdão persiste nos mesmos erros de posicionamento da defesa.

Na próxima rodada, acontecerá a volta ao Estádio Palestra Itália após o empate em Montevidéu. E será um clássico no domingo contra o Santos, carrasco do Palmeiras no último Campeonato Paulista.

"A gente vai mostrar a mesma garra da partida de Curitiba. Foi um jogo em que não mere cíamos empatar. Merecíamos vencer. Não estávamos derrotados. A identidade do Palmeiras é essa e é o que vamos continuar mostrando", disse o zagueiro Maurício Ramos.

Após o jogo de domingo, o grupo de jogadores do Palmeiras fica de folga até terça-feira, às 10 horas, quando todos se reapresentam na Academia de Futebol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.