Jogadores exaltam trabalho e celebram título corintiano

A vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo, nesta quarta-feira, no Pacaembu, garantiu o título da Recopa Sul-Americana ao Corinthians. Foi a quinta conquista do clube nos últimos três anos e, questionados sobre o segredo para este enorme sucesso recente, os jogadores foram unânimes: o trabalho.

AE, Agência Estado

18 de julho de 2013 | 02h45

"O que realmente é gratificante é saber que algumas semanas se iniciou um trabalho em busca desses dois jogos e o final foi de sucesso. Isso engrandece mais ainda o elenco, a diretoria, então estou extremamente feliz", comentou Emerson, em entrevista à TV Globo. "Parece até que é normal isso, vencer títulos, e esse time tem conquistado bastante. Mas esse grupo, essa torcida merecem", disse Paulo André.

Até quem chegou recentemente ao clube pôde comemorar seu segundo título com a camisa do Corinthians. Contratados no início do ano, Alexandre Pato e Renato Augusto não venceram o Brasileirão de 2011, a Libertadores e o Mundial de 2012, mas levantaram o troféu do Campeonato Paulista na atual temporada.

"Fico feliz por ganhar dois títulos em seis meses. É fruto do trabalho do grupo inteiro", comentou Renato Augusto. "É meu segundo título no Corinthians, então é uma emoção máxima. Estou muito feliz por estar nesse time, com a torcida maravilhosa. É o algo a mais do jogador, do grupo, então é com eles que isso acontece", disse Pato.

E a torcida também foi bastante exaltada pelo técnico Tite, que comemorou a possibilidade de "retribuir o carinho" dos corintianos. "Minha alegria é retribuir o carinho, ver a felicidade deles, da equipe. A lealdade que a equipe tem em campo... Foi um grande jogo, um dos mais difíceis que fizemos contra eles (São Paulo)."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolRecopaCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.