Jogadores não deixam Maturana renunciar

Depois de duas derrotas seguidas nas Eliminatórias da Copa - 2 a 1 para o Brasil e 4 a 0 para a Bolívia -, o técnico Francisco Maturana admitiu nesta quinta-feira que pensou em deixar a seleção colombiana. Mas ele foi convencido pelos jogadores do grupo a continuar no cargo.?Propus minha saída ao grupo, insinuando se esse era o desejo deles, e a resposta foi: ?Você nem mencione esta palavra, este grupo é leal??, contou Maturana.A Colômbia ainda não somou pontos e está em último lugar das Eliminatórias, ao lado da Venezuela. E Maturana está sofrendo uma grande pressão no país. ?Seria imperdoável que um líder, porque sou o líder deles (jogadores da seleção), sair no primeiro problema?, afirmou o treinador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.