Jogadores sul-coreanos e croatas são banidos do futebol

A Fifa anunciou nesta terça-feira punição a 13 jogadores e técnicos da Coreia do Sul e da Croácia. Eles foram condenados por manipulação de resultados em seus respectivos campeonatos nacionais nas últimas temporadas.

AE, Agência Estado

19 de junho de 2012 | 09h11

Com a decisão, a Fifa ampliou a punição anunciada anteriormente pelas federações nacionais. "Estes casos provam mais uma vez que a ameaça das apostas ilegais e combinação de resultados não estão confinadas em apenas uma parte do mundo", afirmou o diretor de segurança da entidade, Ralf Mutschke.

Na Coreia do Sul, as suspensões mais pesadas recaíram sobre Sang Hong Lee e Dong Hyun Kim, banidos do esporte. Outros seis jogadores receberam a mesma punição, mas com a possibilidade de recorrerem no futuro. Mais dois atletas foram suspensos por cinco anos. Os casos se referem a manipulação de resultados na K-League, o Campeonato Coreano, e a Copa da Liga.

A punição atingiu ainda 15 jogadores, dois técnicos e um dirigente de clube na Croácia em um escândalo que estourou ao fim do Campeonato Croata, em 2010. O técnico Vinko Saka e os ex-jogadores Mario Darmopil e Danijel Madaric foram banidos do esporte por terem contribuído na manipulação de resultados na temporada 2009/2010.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.