Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação

Jogar final pelo Atlético é privilégio, diz Junior César

Lateral vai substituir Richarlyson, expulso no jogo de ida contra o Olimpia

AE, Agência Estado

20 de julho de 2013 | 15h49

BELO HORIZONTE - Junior César começou a temporada como titular da lateral esquerda do Atlético Mineiro, mas perdeu espaço na equipe com a opção do técnico Cuca em improvisar Richarlyson na posição. Agora, porém, Junior César vai ganhar uma nova oportunidade, pois o volante está suspenso. Satisfeito com a chance de jogar a finalíssima contra o Olimpia, na próxima quarta-feira, no Mineirão, ele se classificou como "privilegiado", neste sábado.

"Nesse momento, tem que haver tranquilidade, confiança de todos. Sou privilegiado. Estou muito feliz. Claro que não queria que fosse dessa forma, preferia que todos estivessem à disposição do Cuca, mas é mais uma oportunidade, uma oportunidade especial, em um momento importante para o clube, e a gente espera fazer tudo direito, respeitando o adversário, mas colocando tudo que a gente sabe fazer dentro de casa para conseguirmos o nosso objetivo principal, que é o título", disse o lateral.

De volta ao time titular, Junior César terá que ajudar o Atlético-MG a superar a vantagem do Olimpia, que venceu o jogo de ida da final da Libertadores por 2 a 0. Para o lateral, porém, o time tem chances reais de conquistar o título, principalmente em razão do apoio do torcedor que vai lotar o Mineirão. "Em nossa casa, empurrados pela Massa, estamos muito confiantes em reverter essa situação. O torcedor será fundamental", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.