Jogo aéreo é preocupação do Santo André

O Santo André enfrenta o Joinville, neste sábado, às 16 horas, no estádio Bruno José Daniel, pelo Campeonato Brasileiro da Série B. Mas entra em campo ainda sob o efeito da derrota para o 15 de Campo Bom-RS, pela Copa do Brasil, quarta-feira, no Pacaembu. A maior preocupação do técnico Chamusca é com as bolas levantadas na área, tanto na defesa quanto no ataque. Contra os gaúchos, o time sofreu dois gols de cabeça. Para evitar esse tipo de jogada e ainda surpreender o adversário, como fez com o Palmeiras, também pela Copa do Brasil, quando marcou quatro gols de cabeça no empate em 4 a 4, Chamusca treinou exaustivamente o levantamento de bola na área. "Pela situação que estamos na tabela e jogando em casa, temos que entrar em campo para ganhar. Não pensamos em outro resultado que não seja a vitória. Essa é uma jogada que dá resultado e tenho insistido com os nossos atletas", disse. O único ausente será o volante Dirceu, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Em seu lugar, entrará Marquinhos. Ainda no meio campo, entram o volante Ramalho e o meia Élvis que não puderam enfrentar os gaúchos porque estavam suspensos. O Santo André é o lanterna da competição com seis pontos negativos, já que perdeu doze pontos no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Na última rodada, o time do ABC empatou com o Remo, por 2 a 2, em Belém. Já o Joinville, tem seis pontos e ocupa o 16º lugar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.