Pedro Souza/Atlético-MG e Lucas Uebel/GREMIO FBPA
Pedro Souza/Atlético-MG e Lucas Uebel/GREMIO FBPA

Em jogo atrasado, Atlético-MG pode abrir dez pontos na liderança do Brasileiro e afundar Grêmio

Time mineiro caminha para confirmar neste mês seu segundo título da competição nacional (o primeiro foi em 1971); rival gaúcho sofre em campo e deve ser punido por invasão de torcida na derrota para o Palmeiras

Redação, Estadao Conteudo

03 de novembro de 2021 | 10h20

Atlético-MG e Grêmio se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h, no Mineirão, em jogo atrasado da 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os dois times precisam muito da vitória, mas por motivos distintos. O Atlético-MG quer manter a distância confortável na ponta da tabela. O time mineiro vê Palmeiras e Flamengo se aproximarem. Além disso, o time rubro-negro ainda possui jogos a menos. Atualmente o Atlético-MG soma 59 pontos, contra 50 de Flamengo e 52 do Palmeiras. Uma vitória deixa o time de Cuca mais confortável.

Já o Grêmio vive situação dramática. Está na parte debaixo da tabela desde o início do campeonato e não consegue reagir. O Tricolor é apenas o 19º colocado, com 26 pontos, sete pontos atrás do primeiro clube fora do Z-4, que é o Bahia, com 33. Por isso, os comandados de Vagner Mancini contam com as partidas atrasadas, contra Atlético-MG e Flamengo , para buscar reação. Mesmo se ganhar, o time não deixa a penûltima colocação, no entanto.

O jogo marcará o retorno de 100% de público ao Mineirão. Até o início da noite de terça-feira, 45 mil ingressos já haviam sido vendidos. O time conta com 87% de aproveitamento nos jogos em que foi mandante. A renda deverá ultrapassar os R$ 2,5 milhões. Os protocolos contra a covid-19 continuam valendo.

O meia Zaracho comentou sobre a partida: "A derrota passada para o Flamengo foi dura, mas já viramos a página e estamos pensando no Grêmio, fazer o melhor possível. Estou me sentindo bem, estou feliz de estar aqui, o clube, o carinho, a gente, estou muito feliz e tenho agradecido a torcida pelo carinho que me dá dentro do estádio ao máximo. Estou em um bom caminho, fazendo as coisas bem para cumprir o objetivo que todos queremos", disse.

O atacante Keno é o único desfalque de Cuca. O treinador seguirá apostando no que tem de melhor para encaminhar o quanto antes o título brasileiro, ainda mais após conquistar a vaga para a decisão da Copa do Brasil. O treinador gostaria de deixar o Atlético mais próximo da conquista nacional antes de começar sua batalha pela Copa do Brasil.

GRÊMIO NO FUNDO DO POÇO

Após a dura derrota em casa, por 3 a 1, para o Palmeiras, Vagner Mancini deve promover mudanças no time. Suspenso, Kannemann é desfalque certo e dá lugar a Ruan, que jogará ao lado de Geromel. Entre os que retornam de suspensão, o atacante Borja deve ser o único titular, no lugar de Diego Souza. Rafinha, outro que estará novamente à disposição, fica no banco. Paulo Miranda e Luiz Fernando sequer foram relacionados. Com Jean Pyerre suspenso, Lucas Silva pode ganhar oportunidade no meio campo. Ferreira disputa vaga no ataque com Alisson.

Douglas Costa, uma das referências do time gaúcho, cutucou a diretoria em entrevista, citando o Corinthians como exemplo. "Claro que queria estar brigando por títulos, mas jamais vou jogar a toalha, vou continuar lutando para o time permanecer na Série A, jogar o próximo Brasileiro e que cheguem caras importantes também. O time não é só feito de superávit, de passar o ano bem financeiramente. O Corinthians mostrou uma coisa bacana, estava no meio da tabela, sofrendo, contratou quatro jogadores importantes e reverteu totalmente o quadro do ano".

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG X GRÊMIO

ATLÉTICO-MG - Everson; Guilherme Arana, Junior Alonso, Nathan Silva e Guga; Allan,Jair e Nacho; Eduardo Vargas (Savarino), Hulk e Zaracho. Técnico: Cuca.

GRÊMIO - Brenno; Vanderson, Geromel, Ruan e Cortez; Thiago Santos, Lucas Silva e Villasanti; Ferreira (Alisson) e Douglas Costa; Borja.Técnico:Vagner Mancini.

ÁRBITRO - Luiz Flávio de Oliveira (SP).

DATA - 03/11 (Quarta-feira).

HORÁRIO - 21h.

LOCAL - Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.