Jogo atrasado pode colocar Santos na cola do G4

O Santos já é o melhor dos paulistas e só precisa confirmar o seu amplo favoritismo contra Náutico, o adversário ideal no momento certo, quarta à noite, na Vila Belmiro, para ficar muito perto de entrar no G4. Campanha surpreendente do time que começou desacreditado o Campeonato Brasileiro, após ter vendido Neymar ao Barcelona e mandado o vitorioso Muricy Ramalho embora depois da derrota contra o Botafogo, na segunda rodada da competição.

SANCHES FILHO, Agência Estado

23 de setembro de 2013 | 20h37

Com a vitória diante do Criciúma, o Santos saltou do 11.º para o sétimo lugar na classificação, com 32 pontos, e se fizer o dever de casa quarta à noite, subirá mais duas posições, ficando a quatro pontos do Grêmio, que é o quarto colocado. E se mantiver a regularidade será o representante de São Paulo na Libertadores de 2014.

O jogo contra o Náutico foi remarcado da 11ª rodada para que o Santos pudesse viajar para enfrentar o Barcelona, na Espanha, pelo pacote da venda de Neymar, no dia 2 de agosto. Naquele momento, o time ainda se ressentia demais da perda do melhor jogador brasileiro da atualidade, tanto que sofreu a goleada de 8 a 0 no Camp Nou, no maior vexame internacional de sua história, e o Náutico ainda pensava em fazer campanha pelo menos razoável para se manter na Série A do Brasileiro.

Após fracassar nas tentativas de contratação de Marcelo Bielsa e depois Gerardo Martino para comandar a renovação do time, a direção santista não teve outra saída a não ser efetivar Claudinei Oliveira, que entrou no clube como olheiro, começou a carreira de treinador em 2009 no sub-15 e viu o seu salário saltar de menos de R$ 10 mil para R$ 80 mil mensais. Um técnico que conhece bem as revelações da base e tem habilidade no trato diário com jogadores cujo salário é até cinco vezes maior do que o dele.

Para o jogo contra o Náutico, Claudinei não terá Thiago Ribeiro e Arouca, que vão cumprir suspensão pelo terceiro cartão mas, em compensação, voltam Cícero, artilheiro do time no Brasileiro e na temporada, e Alison.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.