Jogo contra Santos é modelo para Fla, diz Júnior César

O Flamengo faz, neste domingo, contra o São Paulo, o primeiro de uma série de três jogos em sequência que devem definir o futuro do clube no Brasileirão. A série, que depois tem confrontos diretos contra Fluminense e Palmeiras, ambos com mando rubro-negro, pode deixar a equipe na briga pelo título ou até mesmo afastá-la da zona de classificação à Copa Libertadores. Por isso, o lateral-esquerdo Júnior César ressalta a importância de bons resultados.

AE, Agência Estado

29 de setembro de 2011 | 16h55

"Vamos ter muito confronto direto. Depois é o Fluminense. É cedo para dizer que se perder o Flamengo vai abandonar o campeonato, mas o jogo é fundamental", comentou o ex-lateral do São Paulo, que vai reencontrar seu ex-clube no Morumbi.

E para o Flamengo conquistar uma vitória e estragar a festa armada pelo São Paulo para a estreia de Luis Fabiano, Júnior César tem a receita: repetir o futebol ofensivo que o Fla apresentou no jogo histórico em que venceu o Santos por 4 a 3 em plena Vila Belmiro.

"A gente precisa se impor. Não podemos deixar eles atacarem o tempo inteiro. Temos de fazer como fizemos contra o Santos, temos de atacar e estamos preparados para isso. Sabemos a importância deste jogo", completou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoJúnior César

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.