Jogo da FA Cup será transmitido ao vivo no Facebook

Um jogo da etapa classificatória da FA Cup que normalmente atrairia cerca de 90 pessoas pode ter uma audiência global potencial de 700 milhões por conta de um acordo para que a partida seja transmitida ao vivo na sexta-feira pelo Facebook.

MIKE COLLETT, REUTERS

17 de agosto de 2011 | 15h03

A partida da rodada extra-preliminar entre Ascot United e Wembley será a primeira partida da história a ser transmitida ao vivo no Facebook, depois de um acordo entre a Liga de Futebol Inglesa (FA) e a Budweiser, novo principal patrocinador da competição.

O diretor de marketing da Budweiser, Iain Newell, disse que a empresa, que assinou contrato em 2011 de três anos de patrocínio com a FA por 24 milhões de libras (39,4 milhões de dólares), tinha como intenção colocar a mais antiga competição de futebol novamente em evidência global e, ao mesmo tempo, levá-la de volta aos fãs.

"A FA Cup completa 140 anos este ano e qual a melhor maneira de demonstrar nosso compromisso senão transmitir o primeiro chute para uma audiência global via Facebook", afirmou Newell à Reuters.

"Essa é a primeira vez que qualquer jogo é transmitido ao vivo na rede social, o que é uma ótima notícia para os fãs e para os clubes."

Os clubes, que jogam em ligas suburbanas na base da pirâmide futebolística inglesa, receberão taxas nominais de transmissão pela partida no local situado dentro dos limites da pista de corrida Ascot, que tem capacidade para receber cerca de 1.500 pessoas.

"Tivemos 88 pessoas assistindo a uma partida da liga na noite passada, mas podemos conseguir 500 ou até 800 para o jogo de sexta. O fato de que milhões mais poderão assistir no Facebook é surpreendente. Toda a cidade está maluca", afirmou o chairman da Ascot, Mike Harrison, à Reuters.

Tudo o que sabemos sobre:
FUTJOGOFACEBOOK*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.