Cesar Greco/DIVULGAÇÃO
Cesar Greco/DIVULGAÇÃO

Jogo do adeus de Marcos já tem 27 mil ingressos vendidos

Presença de atletas da Libertadores de 1999 e da Copa do Mundo de 2002 está confirmada

AE, Agência Estado

30 de novembro de 2012 | 15h33

SÃO PAULO - O Palmeiras anunciou nesta sexta-feira que já vendeu 27 mil ingressos para o jogo que marcará a despedida do ex-goleiro Marcos, que se aposentou no início deste ano. O duelo será realizado no próximo dia 11 de dezembro, às 22 horas, no Pacaembu, e o clube informou que três setores do estádio já tiveram seus bilhetes esgotados.

Não há mais ingressos para cadeira laranja e arquibancadas amarela e verde, mas o torcedor ainda pode adquirir entradas para arquibancadas lilás e laranja, tobogã, cadeira coberta azul, cadeira descoberta manga e para um setor que o Palmeiras denominou de altar alviverde.

Embora seja um dos maiores ídolos da história do Palmeiras, Marcos admitiu surpresa com o grande número de ingressos vendidos para o seu jogo de despedida. "De certa maneira, fiquei surpreso. A torcida deu uma demonstração de carinho, às vezes acho que não sou merecedor de tudo isso. A torcida quer participar e tomara que todos gostem e vibrem com seus ídolos. São vários ídolos campeões pelo Palmeiras. Realmente fiquei surpreso, assim como fiquei no lançamento do meu livro. Não esperava tanta gente. Quero agradecer a todos pelo carinho", disse o ex-jogador, em entrevista ao site oficial do clube, publicada nesta sexta.

A despedida de Marcos será um amistoso entre jogadores que fizeram parte do Palmeiras de 1999, ano em que o clube se sagrou campeão da Copa Libertadores, e atletas que defenderam a seleção brasileira da Copa do Mundo de 2002, quando Felipão e seus comandados faturaram o pentacampeonato.

Pelo lado do Palmeiras já estão confirmadas as presenças de Arce, Júnior, Cléber, César Sampaio, Zinho, Alex, Paulo Nunes, Oséas, Evair e Euller, além de outros convidados especiais que não estavam no clube em 1999, caso de ídolos da história palmeirense como Djalminha, Ademir da Guia e Edmundo. Já pela seleção de 2002 estão garantidos Denílson, Ronaldo, Edílson, Luizão, Rivaldo, Roberto Carlos e Dida.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasMarcos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.