AFP
AFP

Jogo do Brasil será apitado por paraguaio que utilizou 'VAR caseiro' e foi punido

Juan Benítez ficou marcado por uma polêmica em seu país no ano passado e vai apitar o duelo contra a Venezuela

Redação, Estadão Conteúdo

11 de novembro de 2020 | 11h17

A Comissão de Arbitragem da Conmebol divulgou quem serão os árbitros, assistentes e árbitros de vídeo (VAR) das partidas pela terceira e quarta rodadas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 e colocou para a partida do Brasil contra a Venezuela, nesta sexta-feira, no estádio do Morumbi, em São Paulo, o paraguaio Juan Benítez, que ficou marcado por uma polêmica em seu país no ano passado.

No confronto entre Sportivo Luqueño e Nacional, pelo Campeonato Paraguaio, Benítez expulsou o jogador Marcos Riveros, do time de Luque, aos 35 minutos do primeiro tempo. Depois do jogo, em casa, ele assistiu aos lances da partida e considerou a sua decisão injusta. Resolveu, então, enviar um informe à Associação Paraguaia de Futebol (APF, na sigla em espanhol) para anular a decisão, pois considerava que havia cometido um erro.

O resultado da utilização do "VAR caseiro" foi uma suspensão de oito partidas, já que o tribunal disciplinar da APF considerou que houve erro administrativo do árbitro.

Para a partida do Brasil contra o Uruguai, na próxima terça-feira, no estádio Centenário, em Montevidéu, a arbitragem será do chileno Roberto Tobar. Em 2019, ele esteve presente nos dois jogos mais importantes do continente: a final da Copa América entre Brasil e Peru, em julho, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, e a decisão da Copa Libertadores entre Flamengo e River Plate, em novembro, no estádio Monumental, em Lima, no Peru.

Árbitros brasileiros

Por conta de casos de covid-19, árbitros brasileiros não participaram das duas primeiras rodadas das Eliminatórias em outubro. Desta vez, a Conmebol escalou dois representantes do Brasil para duas partidas da terceira rodada, ambas nesta quinta-feira.

Em La Paz, na Bolívia, o goiano Wilton Pereira Sampaio comandará o jogo entre Bolívia e Equador. No estádio La Bombonera, em Buenos Aires, o paulista Raphael Claus terá a missão de apitar o duelo entre Argentina e Paraguai.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.