Reprodução Corinthians
Reprodução Corinthians

Jogo do Corinthians na Libertadores Feminina é suspenso por intoxicação alimentar

Quatro times do grupo C, concentrados na capital paraguaia, sofreram com a intoxicação; dois jogos foram adiados

Estadão Conteúdo

09 Outubro 2017 | 18h47

Único representante do Brasil na Libertadores Feminina, o Audax/Corinthians estrearia nesta segunda-feira no torneio diante do Sportivo Limpeño, do Paraguai. Mas uma intoxicação alimentar generalizada entre as jogadoras, em Assunção, causou a suspensão do duelo, que ainda não tem nova data definida.

 

"Diante do ocorrido com as atletas participantes da Copa Libertadores da América Feminina na manhã desta segunda-feira, quando diversas foram acometidas por uma intoxicação alimentar, o Corinthians/Audax teve sua partida de estreia no torneio, diante do Sportivo Limpeño, nesta noite, suspensa", explicou o clube em nota.

Dorival confirma Gómez no lugar de Cueva e conta com Rodrigo Caio

Cavalieri admite chateação com período na reserva, mas vê aprendizado

Audax/Corinthians e Sportivo Limpeño estão no Grupo C do torneio, todo programado para acontecer em Assunção. Com os quatro times da chave concentrados no mesmo local, a intoxicação alimentar acometeu jogadoras de todos eles, o que fez com que o duelo entre Independiente Santa Fe-COL e Deportivo Ita-BOL, igualmente marcado para esta segunda, também fosse suspenso.

Em nota, o Audax/Corinthians explicou que os confrontos foram suspensos por 48 horas, quando a Conmebol deve se posicionar sobre a nova data para realizá-los. O clube também fez questão de tranquilizar as famílias das jogadoras em relação ao estado de saúde delas.

"Vale ressaltar que as nossas atletas e comissão técnica se encontram bem, não necessitaram de atendimento em hospitais e seguem sob constante supervisão da doutora Taline da Costa", informou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.