Jogo do Egito é adiado após violência em estádio de Port Said

O jogo do Egito pelas eliminatórias da Copa Africana de Nações fora de casa contra a República Centro-Africana foi adiado para junho, após a violência em uma partida do campeonato egípcio que deixou 74 mortos no dia 1o de fevereiro em Port Said.

REUTERS

17 de fevereiro de 2012 | 13h51

A Confederação Africana de Futebol (CAF) confirmou nesta sexta-feira que o jogo, originalmente marcado para o dia 29 de fevereiro, foi remarcado. A partida será válida pelas eliminatórias da Copa Africana de 2013, que será realizada na África do Sul.

A Associação de Futebol do Egito foi quem pediu o adiamento da partida na semana passada e a CAF aceitou a solicitação, disse um porta-voz da confederação à Reuters.

A nova data da partida na República Centro-Africana será em 24 de junho, logo após a realização do jogo entre as duas seleções no Cairo, em 15 de junho.

Vários jogadores da seleção do Egito anunciaram a intenção de parar de jogar após a violência no jogo entre Al Masry e Al Ahly.

(Reportagem de Mark Gleeson na Cidade do Cabo)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTEGITOPORTSAID*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.