Jogo em Santo André tem reencontro de ídolo corintiano

Em boa fase no Campeonato Paulista, Santo André e Corinthians se enfrentam neste domingo, às 16 horas, no ABC paulista, num jogo que marca mais um encontro de um ídolo corintiano com sua torcida: pela terceira vez em menos de um ano, Marcelinho Carioca enfrentará o seu ex-time, que lhe deu tantas glórias na década de 90.

AE, Agencia Estado

15 de março de 2009 | 07h40

A presença de Ronaldo, que será poupado por Mano Menezes neste domingo, nos três últimos jogos - dois pelo Paulistão e um pela Copa do Brasil - deu uma injeção de ânimo ao Corinthians, que tem 29 pontos, ameaça o rival Palmeiras na liderança e ainda está invicto na competição. O Santo André, por sua vez, venceu as últimas três partidas, soma 25 pontos e quer terminar a rodada entre os quatro primeiros no Estadual, para provar que não será mero figurante na Série A.

No Morumbi, o São Paulo, com 26 pontos, recebe o Marília, em seu segundo jogo seguido em casa, e pretende conseguir a segunda vitória consecutiva para se firmar entre os quatro primeiros. O objetivo do técnico Muricy Ramalho, que diz já ter encontrado o "time ideal", é conseguir a classificação para as semifinais o mais rápido possível. Com 13 pontos, o Marília sairá satisfeito com um empate, ponto importante para a luta contra o rebaixamento.

O cenário do jogo entre Santos e Mogi Mirim, no Pacaembu, é parecido: com 24 pontos, o Santos deixou o G-4 no meio da semana, ao empatar com o Paulista, e precisa voltar a vencer para não se afastar demais da briga pelas semifinais; o rival, com 9 pontos, voltou à lanterna e, mesmo com vitória, não conseguirá deixar a zona de rebaixamento.

Também na briga para não cair, dois times ameaçados se enfrentam em Campinas: o Guarani, com 10 pontos, recebe o Oeste, com 12.

Todos os jogos deste domingo:

16 horas

Santo André x Corinthians - Bruno José Daniel

18h10

São Paulo x Marília - Morumbi

Guarani x Oeste - Brinco de Ouro

19h10

Santos x Mogi Mirim - Pacaembu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.