Jogo entre Zenit e Dínamo Moscou é suspenso por agressão a jogador

Defensor Vladimir Granat é atingido por torcedores no gramado durante partida

Reuters

11 de maio de 2014 | 13h13

MOSCOU - A partida entre Zenit e Dínamo Moscou, pelo Campeonato Russo, foi suspensa aos 42 minutos do segundo tempo depois que torcedores do time de São Petersburgo invadiram o gramado e um deles desferiu um soco na cabeça do defensor adversário, Vladimir Granat.

Na ocasião, o Zenit perdia por 4 a 2, resultado que ameaçava suas chances de conquistar o título nacional. Granat, capitão do Dínamo, tentou acalmar a situação, mas acabou sendo agredido por um dos invasores.

O jogador de 26 anos foi levado para uma clínica em São Petersburgo para ser avaliado e foi constatada uma concussão, segundo o diretor esportivo do Dínamo, Guram Adzhoev.

Em entrevista à emissora de televisão NTV Plus, minutos depois do incidente, o técnico do Dínamo, Stanislav Cherchesov disse: "Eu não gostaria de jogar. Se eu fosse agredido, você me obrigaria a voltar ao gramado? Eu não gostaria de fazer isso. O jogador foi atingido no rosto algumas vezes e disse que não gostaria de voltar. O que eu poderia fazer?".

O árbitro acompanhou os jogadores para fora de campo depois de uma reunião com o delegado da partida. A decisão foi de abandonar o jogo.

HOOLIGANISMO INDESCULPÁVEL

O Zenit emitiu um comunicado oficial em seu site dizendo que os torcedores tinham o direito de ficar decepcionados com o desempenho do time em uma partida tão importante, mas que o "hooliganismo foi indesculpável".

"O comportamento dos torcedores está afetando da forma mais séria possível o próprio clube deles e nossos milhões de torcedores. No momento a polícia e o clube estão tentando encontrar o torcedor e estamos preparando evidências para um processo criminal".

O clube ainda pediu desculpas a Granat, jogador que deve ser incluído na equipe russa para a Copa do Mundo. No campeonato, o Zenit lidera com 60 pontos em 28 jogos, seguido de perto pelo Lokomotiv Moscou, com 59.

Por conta da confusão, o Dínamo Moscou, quarto colocado, com 49 pontos, deve ficar com a vitória na partida por 3 a 0. Além disso, o Zenit também pode ser obrigado a jogar de um a cinco jogos em campo neutro, sem sua torcida. 

Em 2012, um torcedor do Zenit jogou um sinalizador que acertou o goleiro do Dínamo, Anton Shunin. A partida foi abortada imediatamente e o adversário recebeu, posteriormente, a vitória por 3 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.