Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Jogos em casa e confrontos diretos animam Palmeiras a ser 2º lugar

Tabela com partidas na arena com Atlético-PR e Corinthians leva equipe alviverde a projetar subida na tabela

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

05 Setembro 2018 | 11h00

O Palmeiras sonha em olhar a tabela do Campeonato Brasileiro no próximo domingo e estar, quem sabe, na vice-liderança da competição. O clube alviverde confia nessa possibilidade por ter nas duas próximas rodadas jogos no Allianz Parque, enquanto os concorrentes diretos pelas primeiras posições têm dois confrontos diretos entre si.

Para cumprir a sua tarefa, o Palmeiras recebe nesta quarta-feira o Atlético-PR. No domingo a equipe do técnico Luiz Felipe Scolari terá a missão de encerar o rival, o Corinthians. Há sete rodadas sem derrota no Brasileiro, a equipe confia que conseguirá somar seis pontos nesses dois compromissos. "Estamos disputando com a intenção de chegar lá na frente. Mesmo que às vezes a gente altere cinco ou seis posições, temos jogadores que jogam muito bem", avaliou Felipão.

A tabela do Brasileiro para os próximos jogos tem dois confrontos diretos que podem auxiliar o Palmeiras a subir. O segundo colocado, o Inter, recebe nesta quarta no Beira-Rio o terceiro lugar, Flamengo, e no domingo retorna ao campo do seu estádio para o clássico com o Grêmio. O tricolor gaúcho está em quarto, à frente do Palmeiras por ter um gol a mais de saldo.

Se o time alviverde vencer Atlético-PR e Corinthians, fechará a semana com 46 pontos e torcerá por empates nesses confrontos diretos para saltar do quinto ao segundo lugar. "A gente está se ajudando dentro de campo e está mostrando bom rendimento. Ficamos nove jogos sem tomar gol e poderia ser até mais. Isso faz com que um time consiga chegar", avaliou o zagueiro Edu Dracena.

Os 46 pontos que podem ser alcançados pelo Palmeiras após os dois próximos compromissos são a pontuação do líder, São Paulo. O time do Morumbi enfrenta nesta quarta o Atlético-MG, em Belo Horizonte, e no sábado recebe o Bahia.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.