José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Jogos na Arena Pernambuco aumentam arrecadação do Náutico com bilheteria

Clube tem faturado 54% a mais do que o registrado em jogos no Estádio dos Aflitos

O Estado de S. Paulo

14 de outubro de 2013 | 12h46

SÃO PAULO - Amargando a lanterna e caminhando a passos largos para a Série B, o Náutico tem pelo menos um motivo para comemorar neste Campeonato Brasileiro. A mudança de jogos do antigo estádio dos Aflitos para a moderna Arena Pernambuco tem se refletido positivamente na arrecadação com bilheteria. Em apenas 11 jogos, o clube já faturou R$ 3,5 milhões, média de R$ 318 mil por partida.

O número representa um crescimento de 54% se comparado à média de 2012, quando o Náutico ainda mandava seus jogos em sua velha casa. O aumento tem muito a ver com o valor dos ingressos - enquanto o mais barato segue sendo comercializado a R$ 15, o mais caro chega a custar mais de R$ 100, contra R$ 60 em 2012 -, mas há também um acréscimo de público de 7% em comparação à temporada passada. Antes de se mudar para a Arena Pernambuco, o Náutico mandou dois jogos nos Aflitos este ano, contra Vitória e Portuguesa.

A renda média nessas partidas ficou em R$ 159 mil por jogo, exatamente a metade daquela que tem apontado o borderô desde a mudança, ocorrida depois da Copa das Confederações. Ainda assim, o estádio com capacidade para 46 mil pessoas tem tido apenas um terço de seus assentos ocupados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.