Jogos remarcados vão passar na TV

As 11 partidas do Campeonato Brasileiro apitadas por Edílson Pereira de Carvalho e que foram remarcadas pela CBF, serão disputadas com portões abertos, sem cobrança de ingresso, e terão transmissão por TV aberta, segundo informou a entidade já na noite de sexta-feira, antes mesmo de o STJD anunciar a decisão sobre o caso. De acordo com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira a medida foi adotada para que não ocorra prejuízo algum para o torcedor.O procedimento da CBF irritou o presidente do STJD, Luiz Zveiter."Quem decidiu ( que seria com portões abertos) foi o STJD e não aCBF. E quem está anunciando é o STJD," disse. Ele esclareceu que o STJD vai desconsiderar os cartões aplicados nos 11 confrontos anulados."Claro que quem foi expulso lá trás jácumpriu suspensão, assim como o atleta que recebeu três cartões amarelos. Eles já ficaram no prejuízo. Mas, para efeito dereincidência, de julgamentos futuros no tribunal esportivo, não serão levados em conta os cartões recebidos por esses jogadores naquelas ocasiões," explicou.

Agencia Estado,

02 de outubro de 2005 | 15h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.