Vítor Silva/Botafogo
Vítor Silva/Botafogo

John Textor, dono da SAF do Botafogo, compra 66,5% das ações do Lyon

Empresário também detém participação significativa do Crystal Palace, da liga inglesa, além do RWD Molenbeek, da Bélgica

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de junho de 2022 | 11h54
Atualizado 20 de junho de 2022 | 17h36

O dono da SAF do Botafogo, John Textor, comprou, nesta segunda-feira, uma participação significativa do Lyon, do Campeonato Francês. O acordo foi anunciado nesta tarde pelos franceses. Acionistas do clube, Pathe SAS e IDG Capital, decidiram vender suas cotas ainda em março e contraram o banco Raine para conseguir compradores. Textor ficará com 66,5% das ações e poderá chegar ao montante de 88,55% nos próximos anos, quando Jean-Michel Aulas deverá deixar o clube.

A participação do empresário no Lyon é ainda maior que a prevista inicialmente já que ele será obrigado pelas regras francesas a fazer uma oferta pública a outros acionistas. Textor investiria cerca de 86 milhões de euros (cerca de R$ 470 milhões) em contratações de jogadores e no desenvolvimento da base. 

Quem estava na frente da concorrência era o empresário americano Foster Gillet, que já havia acertado um acordo com o presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas, que detém 28% das ações do clube. Gillet teve até a última quinta-feira para fornecer garantias bancárias de sua oferta, mas não conseguiu. O prazo foi estendido até esta segunda-feira, mas no fim de semana Aulas já havia se reunido com Textor para discutirem a negociação. Segundo o jornal francês L'Équipe, a proposta de Textor foi ligeiramente inferior à de Gillet, mas o empresário foi o único a fornecer garantias concretas de seu aporte.

Textor é um dos vários empresários com base em Miami que passaram a ter participações em clubes pelo mundo. Além de ser dono da SAF do Botafogo, também detém 40% das ações do Crystal Palace, da liga inglesa, além do RWD Molenbeek, da Bélgica. Textor tentou entrar no mercado português ao buscar ser acionista do Benfica, mas as negociações fracassaram. Em março, teve seu nome especulado para comprar ações do Porto, mas negou os rumores.

Desde que John Textor virou dono da SAF do Botafogo, o empresário promoveu muitas mudanças de imediato no clube, em especial, aplicou um aporte financeiro importante em contratações. Textor também tem sido bastante ativo nas redes sociais e em jogos do time carioca. A equipe está na sétima posição do Campeonato Brasileiro, com 18 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.