Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Jonas rebate provocações ao Flamengo e projeta reabilitação contra o Botafogo

A principal provocação ao time saiu da boca do argentino Lucas Pratto, hoje no River Plate

Estadão Conteúdo

02 Março 2018 | 16h18

Se depender do volante Jonas, as provocações dos rivais direcionadas ao Flamengo não terão efeito. O jogador, titular na estreia da Copa Libertadores no empate contra o River Plate, disse não ligar para o que é falado em relação à equipe rubro-negra.

+ Confira a tabela da Copa Libertadores

A principal provocação ao time saiu da boca do argentino Lucas Pratto, hoje no River, que ouviu reclamações do goleiro Diego Alves sobre a arbitragem no intervalo da partida pelo torneio continental.

O goleiro teria dito que "se o árbitro faz isso com a gente jogando em casa, quero ver se vão fazer isso com vocês lá na Argentina". O centroavante, então, rebateu com uma provocação."O Flamengo não estava jogando em casa. O estádio é do Botafogo", disse o ex-jogador do São Paulo.

"Temos que fazer um grande jogo, trabalhando no dia a dia tenho certeza que vamos conseguir um grande resultado diante do Botafogo. Do lado de lá, podem falar o que quiserem. Temos que manter a cautela e a responsabilidade para conquistarmos um resultado positivo", afirmou o volante.

Com a ausência de Cuellar, suspenso pelo expulsão na final da última Sul-Americana, Jonas foi titular na estreia do Flamengo na Libertadores e ganhou a confiança do técnico Carpegiani, que já havia escalado o volante em outras partidas.

Jonas chegou a ser substituído no fim do jogo contra o River. Curiosamente, o time piorou e levou o empate nos últimos minutos. "Sei que tenho que pegar continuidade. Estou feliz por ter essa sequência. É só evoluir a cada dia. Cabe ao professor fazer os ajustes. Cometemos erros que não podíamos cometer e vamos trabalhar para não cometer mais", comentou Jonas.

Como o treino desta sexta-feira de manhã foi fechado para a imprensa, ainda não há indicação do time titular do Flamengo que enfrenta o Botafogo neste sábado, no estádio do Engenhão, às 17 horas, pela terceira rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca.

O próximo jogo na Libertadores do Flamengo é apenas no dia 14 e, pela necessidade de se reabilitar da última goleada sofrida para o Fluminense (4 a 0), o técnico Carpegiani deve usar os titulares que não estão desgastados no clássico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.