Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Jonathan celebra conquista de espaço no Botafogo, mas despista sobre titularidade

Garoto de 19 anos foi uma das surpresas do time alvinegro no clássico com o Flamengo

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de janeiro de 2019 | 19h01

O jovem Jonathan foi uma das surpresas do Botafogo no clássico diante do Flamengo, sábado, pelo Campeonato Carioca. Sem poder contar com o suspenso Gilson, Zé Ricardo apostou no garoto de 19 anos, que, apesar da derrota, teve bons momentos em campo. Nesta terça-feira, o lateral celebrou a oportunidade.

"Fico bastante feliz pelas oportunidades que tenho tido no Botafogo. Fico feliz demais por estar representando esse escudo. Quinta-feira, teremos mais uma batalha e vamos em busca dos três pontos. O grupo passou bastante confiança. Não conseguimos o resultado positivo, mas vamos continuar treinando para isso", declarou.

O próprio Jonathan admitiu que precisou superar o nervosismo para se destacar. "A gente sente bastante, ainda mais no clássico, com todo mundo assistindo. Sente bastante, sim. Na concentração, eu fiquei o tempo inteiro pensando no jogo. Meu pai me ligava toda hora para que eu ficasse tranquilo. Os jogadores e o Zé Ricardo falaram comigo no vestiário, para ir tranquilo na partida."


Resta saber se o lateral manterá a titularidade para o confronto diante do Resende na quinta-feira, no Engenhão, pelo Carioca, quando Zé Ricardo terá Gilson novamente à disposição. "Isso eu vou deixar para o professor Zé Ricardo, ele que vai ver isso durante a semana", comentou Jonathan.


O jogador ainda considerou que chegou em boas condições ao profissional do Botafogo graças ao trabalho realizado na base. "A base vem trabalhando firme para ter espaço no profissional e garanto que nesse ano ainda teremos bastante gente no profissional", projetou.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.