Jorge pede Flamengo perfeito para seguir sonhando: 'Não pode nem empatar'

Seis pontos separam o time carioca, segundo colocado, do Palmeiras

Estadão Conteúdo

25 Outubro 2016 | 20h24

Os dois tropeços consecutivos e a manutenção da ótima forma do Palmeiras distanciaram o Flamengo da briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Agora, são seis pontos que separam o time carioca, segundo colocado, do líder paulista - 67 a 61 -, a somente seis rodada para o fim da competição.

Mas o lateral Jorge segue confiando na conquista. Para isso, sabe que o Flamengo precisará ser perfeito daqui para frente. "Temos que estar com a cabeça boa para buscar os pontos e chegar perto do Palmeiras. Vamos deixar eles lá do lado deles e focar nos nossos seis jogos. Está difícil, mas nada é impossível. Agora não podemos mais pensar em empatar e nem em perder", declarou nesta terça-feira.

Se uma campanha perfeita nesta reta final pode dar o título ao Flamengo, uma derrota no fim de semana pode tirá-lo de vez da disputa e inclusive da segunda posição. Isso porque a equipe fará, no sábado, um confronto direto diante do Atlético-MG, terceiro colocado com 59 pontos. Para não repetir os tropeços das últimas rodadas, contra Inter e Corinthians, Jorge sabe que o time rubro-negro precisa parar de errar.

"Estava vendo a tabela, e se perdermos para o Atlético-MG, deixamos a segunda posição. Temos que estar com o pensamento positivo, de conquistar três pontos. Erramos contra o Corinthians, levamos gols que dificilmente levaríamos. Mas estamos com a confiança de que podemos vencer o Atlético-MG na casa dele", afirmou.

Nesta terça-feira, Jorge e os outros titulares do Flamengo realizaram um trabalho na academia, enquanto os reservas foram a campo. O meia Mancuello, que deixou o duelo diante do Corinthians por conta de uma pancada na costela, fez tratamento especial e preocupa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.