Jorge Wagner será julgado e pode desfalcar o São Paulo

Jogador vai ao tribunal por ter dado uma joelhada no chileno Valdívia e pode levar três jogos de suspensão

Redação,

31 de março de 2008 | 10h00

A vitória por 2 a 0 sobre o Bragantino não foi o suficiente para trazer tranqüilidade ao técnico Muricy Ramalho, do São Paulo. Isso porque ele pode perder nesta segunda-feira um jogador fundamental em seu esquema para a última rodada do Campeonato Paulista. O meia Jorge Wagner será julgado no Tribunal de Justiça Desportiva por ter dado uma joelhada no chileno Valdivia, no clássico contra o Palmeiras. Veja também:  Quais times levam as duas últimas vagas das semifinais do Paulistão? Muricy Ramalho: 'Adriano está colocando a cabeça no lugar' Veja as chances de classificação e rebaixamento no Paulistão TV Estadão: Análise da reta final do Campeonato Paulista Jorge Wagner foi denunciado depois que o Palmeiras apresentou uma fita com o lance da agressão. O são-paulino foi enquadrado no artigo 255 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (ato hostil) e pode pegar até três jogos de suspensão. No próximo domingo, o São Paulo precisa derrotar o Juventus, no Estádio do Morumbi, para garantir classificação às semifinais. Se empatar, terá de torcer contra a Ponte Preta (que enfrenta o Santos, na Vila Belmiro) e o Corinthians (que joga contra o Noroeste, em Bauru). Outro problema para Muricy é o atacante Aloísio, que torceu o pé direito contra o Bragantino e será reavaliado pelo departamento médico nesta segunda-feira. O jogador pode até ficar fora do Paulistão, mesmo se o clube avançar às semifinais. Antes de pegar o Juventus, o São Paulo terá um desafio pela Copa Libertadores. Nesta quarta-feira, o clube enfrenta o Sportivo Luqueño, do Paraguai, no Estádio do Morumbi. Se vencer, o tricolor vai para oito pontos e se consolidará na liderança do Grupo 7.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.