Divulgação
Divulgação

Jorginho cita drama familiar e acredita em reação do Vasco

Treinador comparou situação do clube com a de dois irmaõs

Estadão Conteúdo

30 de agosto de 2015 | 09h37

Jorginho não desiste. Após mais um tropeço do Vasco, o técnico citou um drama familiar para mostrar confiança na reação da equipe carioca no Campeonato Brasileiro, derrotada pelo Figueirense na noite de sábado, levando gol aos 48 minutos do segundo tempo. Jorginho revelou dois casos de superação em sua família para reforçar sua obstinação em salvar o Vasco do rebaixamento.

"Quero apenas dizer que nós não vamos desistir. Gostaria de contar uma história da minha família. Tenho uma mãe fantástica que me ensinou coisas fantásticas, um irmão viciado em drogas por 30 anos, um irmão viciado em álcool por 20 anos e minha mãe não desistiu deles. E hoje eles estão bem. Apesar de não termos vencido hoje, consigo vislumbrar um futuro melhor para o Vasco", afirmou.

O resultado deste sábado marcou a 14ª derrota do Vasco em 21 partidas disputadas. Com o revés, o time carioca estacionou nos 13 pontos, a nove pontos do primeiro time fora da zona de rebaixamento - antes, é claro, dos restantes jogos da rodada, neste domingo.

Jorginho atribuiu o novo tropeço à boa atuação da defesa do Figueirense, com destaque para o goleiro Alex Muralha. "Poderíamos ter matado o jogo. O goleiro deles foi o melhor em campo. Não é de hoje que o Muralha vem bem", disse o treinador vascaíno.

Apesar da derrota, Jorginho viu evolução em seu time. "Vejo que a equipe está progredindo, construiu, chegou, com qualidade, com cruzamentos, com passe em profundidade. Fizemos todas as mexidas para que a equipe continuasse organizada. Existe um peso do primeiro turno e vamos ter de trabalhar muito bem essa situação. Falei para eles no vestiário: ''Eu acredito e não vou desistir de vocês''".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.