Paulo Fernandes/Divulgação
Paulo Fernandes/Divulgação

Jorginho cogita poupar titulares contra o São Paulo na Copa do Brasil

Técnico do Vasco está preocupado em evitar a queda no Brasileirão

Estadão Conteúdo

22 de setembro de 2015 | 21h04

Preocupado com a zona de rebaixamento no Brasileirão e com o desgaste do elenco, o técnico Jorginho admitiu nesta terça-feira a possibilidade de poupar titulares do Vasco na partida contra o São Paulo, nesta quarta, no Morumbi. O duelo é válido pela ida das quartas de final da Copa do Brasil.

"A gente vêm conversando [com a preparação física], e hoje, 44 horas após o jogo, bate o cansaço nos jogadores. Eles nem participaram do treinamento normal, fazendo trabalho com o preparador físico. A partir daí, nós vamos avaliar para fazer a escalação da equipe", considerou Jorginho.

O treinador não deu qualquer indicação de qual será a equipe. Portanto, não sugeriu possíveis jogadores poupados em São Paulo. Jorginho está preocupado com a sequência da equipe, que vive forte pressão dentro e fora de campo para tentar escapar do rebaixamento no Brasileirão.

"Esta pressão que existe atualmente é normal, pois o atleta de alto rendimento está sempre sob pressão. Nosso grupo tem conseguido superar isto, a equipe tem respondido muito bem. Eles entenderam quem são, aonde querem chegar, e que têm potencial para isso. Nas últimas quatro partidas do Brasileiro, eles colocaram isto em prática", disse, referindo-se às três vitórias e ao empate obtidos nas últimas rodadas.

O treinador evitou antecipar a escalação porque acredita que Juan Carlos Osorio deve surpreender na escalação do São Paulo. "É um time que vem sempre com muita surpresa. Temos que estar bastante atentos por terem jogadores de qualidade. O revezamento que o Osorio costuma fazer não é comum aqui no Brasil, mas é um treinador muito inteligente, muito estudioso, e que tem tentando dar uma forma tática a equipe".

Diante da dificuldade de jogar no Morumbi, Jorginho admitiu que um empate será um bom resultado. "Se formos pensar, um empate com gols, ou não tomar nenhum gol no Morumbi, é um bom resultado, nos ajuda muito", declarou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoJorginho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.