Paulo Fernandes/Divulgação
Paulo Fernandes/Divulgação

Jorginho diz que 'segue confiante' de que o Vasco ficará na Série A

Cariocas precisam de um milagre para escapar de rebaixamento  

Estadão Conteúdo

27 de novembro de 2015 | 20h57

Faltando duas rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro e a três pontos dos primeiros times fora da zona de rebaixamento - e com saldo de gols pior -, o Vasco precisa de um milagre para escapar de ter que jogar a Série B mais uma vez. Mas o técnico Jorginho não entrega as pontas. Nesta sexta-feira, em entrevista coletiva, ele garantiu que segue confiando que o clube cruzmaltino vai se salvar.

"Às vezes chegaram a falar que se o Vasco descesse matematicamente eu ainda estaria acreditando numa possível situação, num possível milagre. A Ponte Preta vai jogar fora (contra o Avaí), mas trabalhei lá e sei do potencial dessa equipe. É uma equipe muito guerreira, que tem possibilidades mínimas de G4 mas está fazendo história. Vai ser no sufoco, vai ser no choro, mas assim é mais gostoso", disse o treinador.

O Vasco entra em campo no domingo, às 17h, contra os reservas do Santos, em São Januário, podendo chegar a 40 pontos em caso de vitória. No sábado, o Avaí, que tem 38, recebe a Ponte Preta, enquanto o Figueirense, que soma 40, visita o São Paulo no Morumbi. O Coritiba também tem 40 e só joga no domingo à noite, diante do Palmeiras, fora de casa.

O Vasco está especialmente interessado nos resultados de Coritiba e Avaí porque são esses dois clubes que os cariocas têm mais possibilidade de ultrapassar. Os catarinenses vão ao Itaquerão pegar o campeão Corinthians na última rodada. Já o Vasco faz confronto direto contra o Coritiba, no Couto Pereira.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.