Jorginho elogia Nenê e 'entrega' do Vasco na arena do Palmeiras

Jorginho só teve elogios para a disposição dos jogadores do Vasco na boa vitória sobre o Palmeiras, por 2 a 0, fora de casa, no domingo. Para o técnico, a "entrega" do time foi decisiva para o resultado, que tirou o Vasco da lanterna e manteve as esperanças de escapar do rebaixamento.

Estadão Conteúdo

09 Novembro 2015 | 09h21

"O que me deixa feliz é ver os jogadores se entregando e extenuados. Nesse momento temos que atuar com o coração e ter sangue nos olhos", afirmou o treinador, que também aprovou o desempenho técnico da equipe. "Hoje tivemos bastante consistência, a equipe voltou a jogar bem, com criatividade, marcando muito e o nosso losango funcionando. O Palmeiras é muito qualificado."

Jorginho também reconheceu o desempenho individual de Nenê, autor de um dos gols vascaínos. Ao fim da partida, o treinador revelou que estava preocupado com a condição física do atacante, em razão da sequência de jogos.

"Quero relatar aqui a minha gratidão. Eu falei para o nosso médico sobre o Nenê e ele disse: ''Pode deixar o Nenê jogando''. Quero agradecer ao doutor Albino. Pensamos em tirar o Nenê para não ter problema com músculo. E o médico disse para não me preocupar que não teria nenhum problema. Ele é um jogador que consegue dar uma temperatura para a equipe, que define bem", comentou.

Depois da vitória fora de casa, o Vasco terá 11 dias para se preparar para um complicado confronto. Seu próximo adversário será o líder Corinthians, no dia 19, no Rio - não haverá rodada completa no fim de semana por causa dos jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo.

"Esse tempo que vamos ter até o jogo contra o Corinthians é importante para poder recuperar alguns jogadores, até o próprio Nenê, que sentiu algumas dores. Vamos ter tempo e tranquilidade para desenvolver o trabalho. Voltar para São Januário é bom, o campo está melhor. Temos que fazer ali a nossa casa, um lugar que o adversário se sinta incomodado", disse Jorginho, ainda que o local da partida não esteja definido.

Mais conteúdo sobre:
futebol Vasco Jorginho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.