Jorginho evita falar sobre interesse do Cruzeiro e elogia reservas do Vasco

A vitória do Vasco por 2 a 1 sobre o Remo, em São Januário, que classificou o time para a segunda fase da Copa do Brasil, praticamente ficou em segundo plano na noite de quarta-feira, não só pela escalação de um time formado por reservas e pela proximidade da decisão do Campeonato Carioca, mas principalmente pelo interesse do Cruzeiro na contratação de Jorginho. Mas o treinador se recusou a comentar o assunto, garantindo que não quer perder a concentração na decisão do Estadual.

Estadão Conteúdo

28 de abril de 2016 | 09h52

"Vocês me conhecem muito bem, a forma como eu lido com uma situação como essa. Respeito muito o Vasco, o torcedor, a diretoria e só quero me concentrar no jogo com o Botafogo. Qualquer coisa que vier, vai atrapalhar. O meu foco é o Carioca. Não confirmo nada porque meu foco é o Carioca", disse.

Após o primeiro tempo da partida com o Remo terminar empatado em 0 a 0, o Vasco conseguiu abrir o placar com Caio Monteiro, aos 18 minutos. Jorginho destacou a sensação de alívio após o gol, pois aumentou a vantagem do time, que havia vencido o jogo de ida por 1 a 0.

"Foi importantíssimo sairmos na frente, até porque nem treinamos pênaltis. Acreditava muito no potencial do time. Sabia o quanto ia ser difícil, mas acreditava. O primeiro gol foi muito bom e o segundo deu uma tranquilidade para que pudéssemos sair com a vitória e conseguíssemos garantir a classificação", afirmou Jorginho, que ressaltou a importância da boa atuação de reservas que poderão ser importantes na sequência da temporada.

"Temos trabalhado desde a pré-temporada fazendo com que esses atletas possam ser incorporados ao profissional. É muito bom ver o Evander entrar com personalidade, jogando bem, tentando encontrar o seu espaço. Teve dificuldade no início, depois organizamos e trocamos de lado com o Eder e ele foi feliz. Mais uma vez, o Henrique foi muito bem e isso é muito bom. O Caio também entrou com personalidade, fez o gol. Isso é importante. Fortalecemos cada vez mais o grupo para uma Copa do Brasil e uma Série B com qualidade", comentou.

Após avançar na Copa do Brasil, o Vasco volta de vez as suas atenções para a decisão do Campeonato Carioca, nos dois próximos domingos, diante do Botafogo. E Jorginho celebrou a realização dos dois clássicos no Maracanã, que ainda não recebeu partidas oficiais em 2016.

"Voltar a jogar no Maracanã é sempre uma alegria, até uma pena eu não jogar mais. Mas, é bom estar ali, ver o gramado, ver o estádio, toda a estrutura excelente. É um palco para nós cariocas muito importante. São duas equipes que merecem esta final, e o estádio estará muito bonito", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.