Jorginho faz mistério sobre escalação do Vasco e pede cuidado com o CRB

Dois dias depois de conquistar o título carioca, o Vasco se reapresentou nesta terça-feira já mirando seu próximo compromisso. Nesta quarta-feira, a equipe encara o CRB em Maceió pelo jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil, e por conta do cansaço pela reta final do Estadual, o técnico Jorginho fez mistério e admitiu a possibilidade de poupar alguns jogadores.

Estadão Conteúdo

10 de maio de 2016 | 17h16

"Não vamos ter condição de descansar esses jogadores. Não treinamos para que eles possam estar aptos. Temos que ter todo cuidado para não perdermos nenhum jogador importante. Não tive oportunidade de conversar com todos os atletas. Hoje à noite vamos reunir todos, e aí sim teremos a possibilidade de conversar. Festejamos o que tínhamos que festejar. A partir de hoje, começamos a trabalhar", disse o treinador nesta terça-feira.

Jorginho admitiu que sua intenção é colocar força máxima em campo nesta quarta, mas admitiu que o desgaste de alguns jogadores preocupa. "Desejamos ir com o time completo, mas ainda vamos ver. Precisamos ter cuidado especial com Martín Silva e Luan, que saíram da final (com o Botafogo) com algumas dores. Vamos ver o estado de cada jogador."

Independente de quem estiver em campo, o treinador vascaíno fez questão de alertar para a qualidade do CRB. O time alagoano também conquistou o Estadual no último fim de semana e possui alguns nomes experientes. Entre eles, o atacante Neto Baiano, ex-Atlético-PR, Palmeiras e Vitória.

"Todo mundo quer eliminar a possibilidade da partida de volta, mas eles têm um atacante, o Neto Baiano, que é de extrema qualidade. Têm bons jogadores, não é fácil. Se acontecer, é maravilhoso, mas é consequência do jogo. Os caras vêm dentro. Oportunidade de ouro para esses jogadores do CRB aparecerem no cenário brasileiro", comentou Jorginho.

Tudo o que sabemos sobre:
Vasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.