Divulgação
Divulgação

Jorginho ignora Paolo Guerrero: 'Nossa resposta é no campo'

'Não gosto de responder jogador. Queremos é a classificação'

Estadão Conteúdo

25 de agosto de 2015 | 20h01

O técnico Jorginho preferiu não repercutir as declarações do atacante Paolo Guerrero de que o Flamengo vai "passar por cima" do Vasco no confronto desta quarta-feira. Pelo contrário, garantiu nesta terça que a equipe cruzmaltina dará a resposta em campo no duelo do Maracanã, válido pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

"Nossa resposta será em campo. Não gosto de responder jogador. O que queremos é a classificação", declarou o treinador vascaíno, visivelmente incomodado, em entrevista coletiva.

Em péssima fase no Campeonato Brasileiro e com grandes riscos de ser rebaixado, o Vasco tem na Copa do Brasil a chance de minimizar o desastre que vem sendo esse segundo semestre. E venceu o Flamengo na partida de ida destas oitavas de final, por 1 a 0. Para Jorginho, no entanto, a equipe não pode pensar na vantagem para o confronto de volta.

"A vantagem não é tão grande assim, é muito pequena. Um momento muda completamente a história de uma partida. Temos que entrar campo como se o jogo ainda estivesse 0 a 0. Não vamos ficar o tempo todo nos defendendo. Temos a capacidade de jogar e vamos fazer isso. Precisamos de concentração e dedicação total dos atletas em todos os momentos, independente do que aconteça. O mais importante é manter a postura tática ao longo do clássico", declarou.

Como conhecedor do clássico - já atuou nele tanto por Flamengo quanto por Vasco -, o treinador sabe que trata-se de uma partida "diferente". "É um jogo diferente. A motivação dos dois lados é muito grande. Vasco e Flamengo é um jogo que mexe com muita gente. Dá um ''friozinho na barriga'' em todos que vão disputar esse grande clássico. A responsabilidade é enorme, mas é muito bom participar de um jogo como esse."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilVascoJorginho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.