Jorginho lamenta derrota em casa e diz que Vasco merecia até a vitória

Treinador elogiou o desempenho da equipe na segunda etapa

Estadão Conteúdo

31 Agosto 2016 | 09h20

Apesar da surpreendente derrota para o Vila Nova na noite desta terça-feira, por 2 a 1, em São Januário, pela Série B do Campeonato Brasileiro, o técnico Jorginho elogiou o desempenho do time e opinou que o Vasco merecia até mesmo ter saído de campo com um triunfo sobre o adversário goiano.

"Fizemos um bom segundo tempo e nós merecíamos uma vitória. No primeiro tempo, realmente não fomos bem e tomamos dois gols de contra-ataque. Recuperar depois é sempre complicado, mas produzimos, tivemos oportunidades e não conseguimos aproveitá-las", lamentou o treinador.

Ainda assim, embora tenha aprovado o desempenho no segundo tempo, Jorginho ponderou que o time precisa redobrar a atenção. O Vasco está a quatro jogos sem vencer na Série B - e um pela Copa do Brasil - e viu sua folga para o quarto colocado, o Ceará, cair para quatro pontos.

"O sinal de alerta está ligado e precisamos reverter o quanto antes essa situação, mas ainda somos líderes, com três pontos na frente do segundo colocado", comentou. "Vamos trabalhar para voltar a ser o que éramos no início do ano: uma equipe concentrada."

Na avaliação do técnico, o elenco já demonstrou anteriormente que tem poder de reação. Assim, pode se recuperar nas próximas rodadas. "O importante é ressaltar que já passamos por situações piores e superamos juntos. Dessa vez, não será diferente. O que me deixou bastante satisfeito foi o desempenho do Douglas. Não pelo gol, mas pela forma que atuou, com personalidade e chamando o jogo", completou Jorginho.

No sábado, pela 23ª rodada da Série B, o Vasco tenta superar a sequência negativa contra o Bahia, às 16h30, na Arena Fonte Nova. Mesmo com o resultado ruim diante do Vila Nova, décimo colocado da tabela, o time vascaíno segue no topo isolado da competição, com 41 pontos, três à frente do vice-líder Atlético-GO.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.