Jorginho lamenta empate no fim, mas diz que resultado não tira ânimo do Vasco

O técnico Jorginho classificou como lamentável o empate do Vasco por 2 a 2 com o São Paulo pelas circunstâncias em que ele se deu, com o time cedendo a igualdade aos 42 minutos do segundo tempo, com o gol marcado por Rodrigo Caio no último domingo no Morumbi. Ele garantiu, porém, que o resultado não tira o ânimo da sua equipe na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Estadão Conteúdo

19 de outubro de 2015 | 09h00

"Não poderia acontecer de jeito nenhum tomar o gol que tomamos. Mas por outra perspectiva, tínhamos cinco pontos de diferença, agora são quatro. Continuamos dentro, motivados, ninguém pode se abater em relação a isso. Mas não podíamos deixar de jeito nenhum o São Paulo empatar um jogo como esse. Lamentável. Tínhamos todas as possibilidades de ficar a dois pontos da zona de rebaixamento e perdemos a oportunidade. Mas de forma nenhuma tira nosso ânimo, nossa confiança. A perspectiva melhorou", disse.

Ao só empatar, o Vasco terminou a 31ª rodada do Brasileirão na lanterna, com 29 pontos, a quatro do primeiro time fora da zona de descenso. O time volta a jogar no próximo domingo, em casa, diante do Grêmio e Jorginho celebrou a semana completa de preparação para o confronto diante do terceiro colocado.

"Vamos ter uma semana boa para recuperar os jogadores. Teremos pela frente um jogo importantíssimo. O Grêmio é uma equipe muito certinha, qualificada, um ataque muito eficiente. Vamos ter de trabalhar direito para conseguir os três pontos. Continuo confiante na perspectiva que temos hoje. Acredito na nossa permanência na primeira divisão", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoVascoJorginho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.