Jorginho releva chance de vaga e escala reservas do Fla

Apesar de o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio (TJD-RJ) ter acatado o pedido do Flamengo e adiado a homologação do resultado do jogo contra o Duque de Caixas (empate em 1 a 1), decisão que deixou os pontos da partida em aberto e abriu chance de o time rubro-negro avançar às semifinais da Taça Rio, o técnico Jorginho vai escalar os reservas para enfrentar o Macaé, neste sábado.

AE, Agência Estado

19 de abril de 2013 | 19h54

Isso porque o treinador tem consciência de que dificilmente o jogo com o Duque de Caxias será refeito. E mesmo que fosse, o time da Gávea teria de derrotar o Macaé no Cláudio Moacyr e ainda torcer para o Fluminense ser derrotado pelo Bangu, domingo. Além de tirar uma diferença de quatro gols no saldo.

Assim, Jorginho vai manter o planejamento feito há algumas semanas, quando o Flamengo foi matematicamente eliminado do Campeonato Carioca. Os titulares receberão folga durante o fim de semana e os reservas ganharão uma oportunidade de mostrar trabalho, já com vistas ao Campeonato Brasileiro.

"Essa questão (judicial) surgiu após fazermos o planejamento de dar esse descanso. Não quisemos mudar a programação", disse Jorginho. "Sabemos que há uma mínimo de possibilidade (de classificação). Por isso tem que entrar com seriedade, raça e vontade. Alguns jogadores já foram titulares e vamos ver outras posições também."

O Flamengo vai pegar o Macaé com: Paulo Victor; Digão, Wallace, Frauches e João Paulo; Luiz Antônio, Cleber Santana e Rodolfo; Adryan, Nixon e Hernane. O centroavante, único titular que será mantido na equipe, quer se distanciar na artilharia. Ele tem 10 gols, contra seis de Lodeiro, do Botafogo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoCampeonato Carioca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.