AFP/AP
AFP/AP

Jornais argentinos analisam confronto entre Boca Juniors e Corinthians

Publicações exaltam vitória da equipe nacional e traçam perfil do clube brasileiro, prevendo final da Libertadores

estadão.com.br,

22 de junho de 2012 | 11h15

SÃO PAULO - O Boca Juniors confirmou o favoritismo e se classificou para a final da Copa Libertadores ao empatar por 0 a 0 com a Universidad de Chile, após vitória por 2 a 0 no jogo de ida das semifinais, nesta quinta-feira. 21. Superado o desafio de se garantir na decisão, o Corinthians, próximo adversário da equipe argentina, ganha destaque nas publicações do País.

 

O esportivo Olé analisa a campanha corintiana e seu potencial em matéria intitulada '¿Qué es el Corinthians?' (Quem é o Corinthians?, em português). O portal exalta a ótima campanha do clube na Libertadores, assim como a vitória sobre o atual dono da Taça, o Santos, mas comenta que o Corinthians vai mal na Campeonato Brasileiro.  

 

No Clarín, o Boca Juniors é aclamado pelos colunistas. Em uma das matérias, o diário define a defesa do Boca como fator decisivo para o resultado da partida e considera justa a final contra o Corinthians, "a equipe que menos gols tomou nessa Libertadores'.

 

Para o site Canchallena, ligado ao La Nación, 'um Boca autêntico' vai enfrentar um Corinthians "rochoso, com uma muralha defensiva difícil de quebrar. De certo modo, um espelho desse Boca". Segundo o periódico, no entanto, o time não é imbatível, já que o Boca Juniors é mais experiente em Libertadores e, assim como o Corinthians, também já derrotou o Santos.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.