Jornais argentinos poupam Passarella

A má estréia de Daniel Passarella no comando do Corinthians teve repercussão forte na Argentina, mas as críticas foram mais ao rendimento do time do que ao treinador, que teve apenas dois dias de trabalho antes da partida.O diário esportivo Olé, conhecido por seu estilo irreverente, só fez graça ao comentar que nem os torcedores do Cianorte esperavam um resultado positivo na partida. O jornal citou uma enquete feita pelo site do clube paranaense em que a alternativa mais votada entre os resultados possíveis foi a que dizia que o Cianorte perderia por dois gols de diferença e já seria eliminado da competição, sem necessidade de disputar o jogo de volta no Pacaembu. Essa alternativa teve 40% das preferências.O jornal esportivo destacou também que foi a primeira vez que Passarella saiu derrotado em um jogo de estréia como treinador. No River, na seleção Sub-23 da Argentina e na principal, na seleção do Uruguai, no Parma e no Monterrey ele tinha conseguido vitórias.Se Passarella foi poupado, o mesmo não ocorreu com Tevez - muito criticado pelo jornal. O El Clarín e o La Nación, os dois principais jornais do país, deram pouco espaço à derrota corintiana por causa do horário da partida, que terminou muito tarde. Mas, disseram que não poderia ter sido pior a estréia do "Kaiser" como técnico do time.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.