Stephanie Lecocq/EFE
Stephanie Lecocq/EFE

Jornais da Bélgica celebram vitória sobre o Brasil e classificação: 'Não é sonho'

Resultado contra o país pentacampeão do mundo já é considerado o maior feito do futebol belga

Estadão Conteúdo

07 Julho 2018 | 06h06

A vitória sobre o Brasil e a classificação às semifinais da Copa do Mundo estão sendo tratadas na Bélgica como um feito histórico. O triunfo por 2 a 1 da última sexta-feira, em Kazan, foi considerado o maior feito do país no futebol em todos os tempos e, como era esperado, gerou bastante repercussão e elogios na imprensa local.

+ Atônitos, jogadores lamentam queda precoce; Neymar e Fernandinho se calam

+ Abalado, Gabriel Jesus lamenta Copa sem gols: 'Tiraram um pedaço de mim'

+ Tite defende Fernandinho e cobra árbitro de vídeo em lance com Jesus O jornal De Standaard publicou neste sábado: "Não é um sonho, é realidade". Para o diário Le Soir tratou-se de "uma verdadeira partida que servirá como referência para toda uma geração".

A Bélgica dominou o Brasil na maior parte dos 90 minutos, principalmente no primeiro tempo, em que marcou duas vezes com Fernandinho, contra, e De Bruyne. Renato Augusto, já na reta final da segunda etapa, ainda descontou, mas parou por aí.

 

O triunfo representou a confirmação de uma equipe que já era apontada como a mais talentosa da história do país. Para o jornal GVA, "De Bruyne, Hazard e Lukaku destruíram o Brasil". Opinião semelhante à do De Morgen: "Esta geração belga conquistou o mundo para si".

A Gazet van Antwerpen publicou: "Este foi um trabalho de super-homens". E ainda fez um "alerta" para a França, próxima adversária da Bélgica, na semifinal que será disputada terça-feira, em São Petersburgo: "Ainda não terminou. Se preparem, franceses".

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.