Jornais paraguaios destacam vitória do Grêmio sobre o Cerro

A imprensa paraguaia destacou nesta sexta-feira a vitória do Grêmio por 1 a 0 sobre o Cerro Porteño, vice-campeão paraguaio, fora de casa, na estréia das duas equipes no Grupo 3 da Copa Libertadores. Os jornais paraguaios também lamentaram o pênalti perdido nos minutos finais pelo atacante César Ramírez, ex-Flamengo, e os objetos atirados a campo pela torcida paraguaia, revoltada com a derrota em casa. "O Cerro Porteño foi um montão de nada", disse o Popular. Para o Abc Color, o time gaúcho "foi amplamente superior e superou os paraguaios na técnica. Nem mesmo um pênalti a dois minutos do fim, foi capaz de salvar a noite, quando Tcheco colocou a mão na bola e Saja fechou sua grande noite ao defender maravilhosamente o chute de Ramírez." O Ultima Hora qualificou de "fraca" a estréia oficial do Cerro na temporada 2007. "O gol do Grêmio, marcado por Lucas aos sete minutos do segundo tempo, acabou com a esperança do Cerro. Poderia ter sido pelo menos um empate", completou o jornal, lamentando o pênalti. Segundo o La Nación, o Grêmio foi "mais força e menos técnica", mas deu um grande passo no grupo, aberto na última terça com o empate em 0 a 0 entre os colombianos Cúcuta Deportivo e Deportes Tolima. Além disso, o diário adverte para uma possível punição ao Cerro pelos objetos atirados das arquibancadas, o que pode resultar no fechamento do estádio Pablo Rojas, palco da partida de quinta.

Agencia Estado,

16 de fevereiro de 2007 | 11h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.