Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Jornal: Barcelona está interessado em Guilherme Arana, o 'novo Marcelo'

Segundo veículo espanhol, clube catalão observa o lateral do Corinthians desde o começo de 2017

O Estado de S.Paulo

07 Novembro 2017 | 10h01

Depois de despertar o interesse do Sevilla e do Atlético de Madrid, o lateral Guilherme Arana está sendo observado pelo Barcelona. Segundo publicação do jornal catalão Sport, o jogador do Corinthians é visto como o 'novo Marcelo' e se destaca pela força física e pelos passes de longa distância.

+ Corinthians pode ser campeão brasileiro na segunda-feira. Entenda

+ Jadson e Clayson vivem momentos opostos no Corinthians

Ainda segundo a matéria, os observadores do clube espanhol estão acompanhando Guilherme Arana desde o Sulamericano Sub-20, disputado no Equador em janeiro deste ano. Apesar do desempenho ruim da seleção brasileira, que custou o cargo do técnico Rogério Micale, o lateral conseguiu se destacar.

+ Andrés promete Ronaldo Fenômeno na diretoria do Corinthians caso seja eleito

Segundo os empresários do atleta, a multa rescisória do jogador é de R$ 50 milhões, sendo que o Corinthians tem apenas 40% dos direitos econômicos. Esse pequeno porcentual seria um dos facilitadores para uma possível transferência do jogador já em dezembro. 

Em junho, o Bordeaux fez uma proposta para tirar a revelação corintiana do clube. Os franceses cederiam os direitos econômicos do zagueiro Pablo, que está emprestado ao Corinthians até o fim do ano, por 3 milhões de euros (R$ 11 milhões) e pagaria em 8 milhões de euros (R$ 29 milhões) em dinheiro. Mas a oferta foi rejeitada pelo time brasileiro.

Depois da partida contra o Coritiba, em outubro, Arana garantiu estar focado na disputa do Brasileirão e preferiu não falar sobre rumores de sua venda. "Eu vi esses boatos também, mas deixo para a minha família e empresários decidirem isso. Estamos no final do campeonato. Tenho que me manter focado e quando terminar o ano, sendo campeão, eu vou parar para pensar."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.