Jornal diz que Mancini barrou Adriano por farra do atacante

Quando tudo levava a crer que a tranqüilidade e os gols tinham voltado ao dia-a-dia do atacante Adriano, o brasileiro se meteu em mais uma confusão com o técnico da Inter de Milão, o italiano Roberto Mancini, que não o escalou no empate por 2 a 2 entre sua equipe e o espanhol Valência pela Liga dos Campeões. De acordo com o publicado nesta quinta-feira no jornal italiano Gazzetta dello Sport, o motivo seria a festa de aniversário de 25 anos do atacante, que varou a noite do último sábado."Adriano não jogou por que não estava bem fisicamente. Ele não reuniu condições para estar em campo", falou Mancini em entrevista ao diário. O brasileiro teria ficado sabendo que não disputaria a partida da última quarta-feira no mesmo dia de manhã, quando sem muita explicação o treinador da Inter resolveu escalar o ataque do time com o argentino Crespo e o sueco Ibrahimovic.O atacante ficou os 90 minutos sentado ao banco de reservas visivelmente contrariado. Ele até chegou a realizar aquecimento junto com argentino Julio Cruz, mas foi Cruz quem substituiu seu compatriota Crespo no segundo tempo. Situação que deixou Adriano ainda mais irritado.A publicação chegou a insinuar que o brasileiro chegou de ressaca de sua festa, que contou com a presença dos amigos Ronaldo, do Milan, e Maicon, companheiro na Inter. "O problema é que a festa influenciou de maneira pouco brilhante no desempenho de Adriano nos treinamentos de segunda e terça", afirmou o diário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.