Jornal diz que Ronaldinho será do Milan em duas semanas

Na edição desta quarta-feira, o diário italiano Corriere dello Sport publicou em sua capa que o brasileiro Ronaldinho Gaúcho será do Milan em duas semanas. O jornal tem como principal fonte o procurador e irmão do jogador, Roberto Assis, que confirmou uma reunião com o clube milanês para a próxima semana. O motivo do encontro é a situação de outro brasileiro, Ricardo Oliveira, que também é assessorado pelo ex-jogador, mas o empresário diz que é impossível que a transferência de seu irmão para o time italiano não seja discutida. "Eu encontrarei os dirigentes do Milan para avaliar a situação de Ricardo Oliveira, que continuará no clube. Quanto ao Ronaldinho, pelas razões já apresentadas por Berlusconi (dono do clube italiano) e Galliani (diretor de futebol), o Milan está na frente no caso ele decida deixar o Barcelona", afirmou. Mas Assis ressalta que Ronaldinho está aberto a propostas de qualquer clube, inclusive a Inter, maior rival do Milan. Na última semana, Silvio Berlusconi disse que faria de tudo para tirar Ronaldinho do rival. "Eu falo com bastante gente sobre o Ronaldinho e não excluo fazer o mesmo com a Inter. Mas o Milan vem antes de tudo. Temos boas relações com as pessoas do clube e com o Leonardo (ex-jogador e atual dirigente) temos uma relação especial. Todos dizem que seria divertido ver meu irmão e Ronaldo jogarem juntos", explicou Assis. Porém, mesmo com todos os rumores, Assis lembra que a relação entre Ronaldinho e Barcelona segue intacta. "Ronaldinho está mais do que bem no Barcelona, mas veremos. Tudo pode acontecer e esperamos definir isso em duas ou quatro semanas", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.