Acervo/Estadão
Acervo/Estadão

Jornal inglês aponta Garrincha como um dos melhores pontas do futebol na história

The Guardian divulgou uma lista na qual aponta os seis maiores "pontas de verdade" e brasileiro é o único lembrado que não é britânico

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de maio de 2020 | 09h56

Em formações táticas do futebol moderno, os pontas não jogam mais como antigamente. Não chegam mais até perto da linha de fundo para fazer um drible ou um cruzamento. Jogadores como os portugueses Cristiano Ronaldo e Luis Figo, o holandês Johan Cruyff ou o norte-irlandês George Best são ou foram considerados pontas, mas suas habilidades vão além de atuar apenas em um determinado local do campo.

Nesta sexta-feira, o jornal inglês The Guardian divulgou uma lista na qual aponta os seis maiores "pontas de verdade", aqueles que, de acordo com o diário, fizeram jus à posição, deram trabalho para seus marcadores e encantaram torcedores pelo mundo. Entre eles está um brasileiro: Mané Garrincha. Os outros foram os britânicos Stanley Matthews, Jimmy Johnstone, John Robertson, John Barnes e Ryan Giggs.

Ponta direita da seleção brasileira, bicampeão mundial em 1958 e 1962, e de clubes pelo País, com enorme destaque para o Botafogo, Garrincha é destacado pela ser espontâneo e por "azucrinar" seus marcados com vários dribles. "Ele foi o melhor driblador de sua geração. Nada mal para um garoto nascido com as pernas tortas que muitos pensavam que não poderia se tornar um jogador profissional", afirmou o jornal.

Garrincha é exaltado também por sua parceria com Pelé. "Quando os dois jogaram juntos, o Brasil nunca perdeu. Ele foi a inspiração do Brasil nos títulos das Copas do Mundo de 1958 e 1962. Brasileiros vão falar que os primeiros 'olés' foram escutados quando Garrincha jogava e aplicava seus inúmeros dribles em campo. Pelé pode ter sido o melhor jogador da história do Brasil, mas a forma como Garrincha jogava deu ao mundo o 'Joga Bonito'", finalizou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGarrincha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.