Jornal que acusou Schweinsteiger retira denúncia

Depois de chocar o país com a acusação de que Bastian Schweinsteiger, titular da seleção alemã, estaria envolvido com a máfia de apostas para manipulação de resultados, o jornal TZ de Munique revelou nesta sexta-feira que tudo era mentira. Pressionado por dirigentes do Bayern de Munique, que entraram com ação judicial, e da Federação Alemã de Futebol (DFB), o jornal recuou e desmentiu a acusação feita a Schweinsteiger.O advogado do jogador, Michael Nesselhauf, divulgou nesta sexta-feira à agência de notícias DPA que o TZ, autor da reportagem que envolveu mais dois jogadores do 1860 Munique, vai se retratar perante a sociedade. Além de retirar a denúncia contra o jogador, os dois repórteres que escreveram o artigo sobre o envolvimento de Schweinsteiger com a máfia de apostas devem se retratar pessoalmente, anunciando uma declaração de negligência sob possibilidade de multa contra os dois. O advogado do jogador revelou que o jornal terá de publicar que a matéria foi inverídica. ?O mais importante foi a retratação?, explicou Nesselhauf.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.