Jornalistas de língua inglesa sofrem com nomes brasileiros

Segundo a agência de notícias AFP, os repórteres, comentaristas e narradores de língua inglesa inventaram uma maneira muito curiosa de falar no nome dos jogadores brasileiros. Um estranho esquema fonético que já consta na internet ensina, de forma caricatural, como pronunciar corretamente o nome dos atletas da seleção. O time titular, por exemplo, consta como: no gol, Dida é "Did are" (você é em um tempo verbal incorreto). Nas laterais, Cafu é "Car full" (carro cheio) e Roberto Carlos, "who bear to car loss", frase sem sentido que poderia significar "quem carrega o carro perdido?". Completando a defesa, na zaga, Lúcio é "look see you" (veja você, sendo o "veja" em duas formas verbais distintas), e Juan, ou melhor, "who one" (quem um).O meio campo tem "when mear son", ou seja, Emerson; "car car" (carro carro), mais conhecido como Kaká; Zé Roberto é "Zero bear to" (sem carregar para); e o mais engraçado "Who now dream you gay you show" - algo maluco como "quem agora sonha você gay você mostra" - Ronaldinho Gaúcho. No ataque, os artilheiros "add dream an no" (adicionar sonho em no), o "imperador" Adriano, e Ronaldo Fenômeno, ou para eles "Who now do Few now mem no" (um incompreensível: quem agora sente agora homem não).E se Parreira (Car loss all beer to pair here a) não estiver contente com a performance de algum de seus titulares, tem no banco boas opções, como: "who jerry scene" (Rogério Ceni), "see seen you" (Cicinho), "Crisis" (Cris), "low is on" (Luizão), "G you bear to" (Gilberto), "Mean arrow" (Mineiro), "June in you" (Juninho), "G you bear to silver" (Gilberto Silva), "Rich are dream you" (Ricardinho), Fried (Fred), "July scissor" (Julio César) e "Who bean You" (Robinho).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.